16 Retratos Infantis que Aquecem o Coração de Qualquer Mãe

Enquanto algumas crianças gostam de posar para as câmeras, a maioria quer brincar ou fica tímida quando vê um estranho com uma lente enorme apontando para ela. Por isso, sou à favor de promover uma experiência divertida para os pequenos e evitar retratos com poses: elas devem vir das brincadeiras!

Abaixo, as histórias por trás de alguns dos retratos infantis que fiz.

O LOBO MAU

Arthur é um menino de 3 anos muito esperto e já acostumado com câmeras apontando para ele. Mas por ser tão novo, não é tão fácil fazê-lo ficar parado por um tempo para que seja fotografado. Antes de terminar o ensaio, o colocamos em cima da pilha de madeira para um último retrato. Ele estava incomodado e queria descer, então pedi à sua mãe Sulamita, que contasse uma história para ele. O motivo disso, é que quando a criança está com medo de algo, irritada ou tímida, é necessário distraí-la para que se acalme, esqueça do medo e se solte.

 

Sulamita começou então a contar a história do Chapéuzinho Vermelho. Ele ficou tão interessado na história, que a questionava "Mãe! A história não é assim! O lobo mau não falou isso!". E enquanto ele e sua mãe dialogavam, nós; eu e meus alunos do curso de fotografia, íamos fotografando ele e o resultado é esse acima. Um retrato sem pose e com muita história!

BRINCANDO NA POÇA D´ÁGUA

Pode não parecer, mas nesse dia caiu uma chuva intensa e teve até granizo. Quando a chuva parou, sobraram algumas poças d´água e achei que seria uma ótima recordação da infância, especialmente uma tão pequena que certamente não posa para fotos. Como o Pietro, de 1 ano e 4 meses, nunca tinha brincado em uma poça d´água, eu dei alguns pulinhos para que ele me imitasse. Quando ele começou a bater os pés na água, percebeu que aquilo era divertido e foi difícil tirar ele dali! :)

MELHORES AMIGOS

Eu procuro sempre retratar a interação dos animais com as crianças, dessa forma, o resultado fica mais natural e acaba mostrando as brincadeiras. Na sequência do slideshow você vê:

Keoni (Delft, Holanda), Amanda (Paraná), Marina e seu border collie (São Paulo), Alexis e seu golden retriver (Lisse, Holanda), Sebastien e seu akita americano (Delft, Holanda), Luca e seu cachorro em um café (São Paulo).

UM DIA DE DIVERSÃO

Lorenzo tem 9 anos e Lara 4, ele mais introvertido, ela mais sapeca. Lara adora conversar, pular e dançar. Lorenzo acabou ficando mais à vontade ao ser fotografado com a irmã ao invés de fazer poses e ter que olhar para a câmera. Como eu não gosto que as crianças posem, pedi que disputassem uma corrida. A cara de felicidade deles entrega que o ensaio não foi exatamente algo chato! Em outro momento, pedi à Lara que contasse um grande segredo ao irmão e que ninguém pudesse saber! Todos ficamos curiosos, mas segredo é segredo! Dali saiu a última foto (passe o slideshow). No final do ensaio, Lara decidiu descansar, e mesmo sentada na cadeira, rendeu um belo retrato!

BRINCANDO NA FAZENDA

Nicolas mora na fazenda onde foi fotografado. Como já está acostumado com o local, foi mais fácil capturar a interação dele. Para que não ficasse tímido, eu pedi para que ele brincasse, como fingir estar pescando. Exceto pelo beijo na janela, todo o resto ele já fazia naturalmente. Assim, o resultado ficou bem natural e será para a família, a verdadeira recordação da sua infância no sítio.

A BEBÊ E O GALO

Helena tinha 6 meses quando a fotografei no interior do Paraná, para um projeto social com crianças especiais. O retrato foi feito em um quintal enorme, com cachorros, pintinhos, galos e galinhas. Sua mãe Marcele pedia para que a filha escondesse a língua, mas eu disse à ela que tudo bem, faz parte da personalidade dela e de sua condição com Síndrome de Down. Acabou que a língua para fora deixou a foto mais interessante, pois parece que mostrou para o galo!

Se você gostou das histórias e das imagens, eu tenho uma surpresa para você!

Pensando em atrair cada vez mais histórias incríveis, eu vou presentear 5 famílias com um ensaio ao estilo fine art.

É isso mesmo! Se você se identificou com o trabalho que eu faço, eu te convido à participar.

Basta preencher o formulário abaixo para que eu possa entrar em contato.

Estou ansiosa para te conhecer e contar a sua história!

Preencha o formulário para concorrer à um ensaio!