O Que é Storytelling e Por Onde Começar

Storytelling é o poder de contar uma história através de uma foto. Isso não significa ter uma sequência de começo, meio e fim, mas de passar uma mensagem através de uma imagem.


Por exemplo...


Quando se fala em fotografia infantil, uma imagem muito comum é a criança olhando para a câmera e mais nada. Seja em estúdio ou no parque, o que se faz muito são poses. Mas no que uma pose remete à infância? Que lembranças trazem esse tipo de imagem?

Uma foto com pose pode ficar linda mas dificilmente contará uma história.

O importante é evitar poses. Não que fotos posadas não possam ser bonitas, mas fica mais difícil contar uma história, sem falar que crianças pequenas, dificilmente ficarão paradas para a câmera.


Agora imagine outro cenário.


Pegue suas fotos da época de criança, aquelas feitas em casa, pelos seus pais. Você deve ter alguma foto sua brincando, comendo, chorando, etc.

Isso te traz alguma lembrança? Provavelmente sim. Esse é o poder de contar histórias através das fotos. É mostrar através de uma imagem, uma situação que remeta à uma lembrança, à um acontecimento.


Como então contar uma história?


Fotografar crianças não é simples. Elas podem começar a chorar durante o ensaio ou à se esconder de você. Por isso, a melhor saída é deixar que elas se divirtam para que você faça as fotos. Isso funciona melhor para crianças pequenas.

É claro que você tem que dirigir o ensaio, de forma que a criança fique no local certo para ter uma composição legal, mas para você contar uma história, a criança tem que estar ocupada com algo, melhor ainda se for algo da rotina dela, que ela goste de fazer, pois será uma história real da infância e não algo forçado.

O Nicolas foi fotografado no sítio onde mora, fazendo algo que ele gosta: brincando com os animais do local.

Muitas vezes não será possível fazer fotos incríveis onde a criança mora, pois você não terá uma composição adequada. Se tiver que levar ela para outro local onde não está acostumada a brincar, você terá que criar uma situação.


Peça para os pais levarem um brinquedo (eu evito personagens porque tiram muita atenção). Fora o brinquedo, você pode estimular a criança à brincar no local, como correr, brincar com a terra (eu não vejo problema nenhum em se sujarem!), se tiver água, de se molharem, de procurarem algum macaquinho em cima das árvores, etc. Eu também gosto de fotografar as crianças fazendo careta, sorrindo ou chorando pois isso faz parte da infância.

Lucca foi fotografado com seu cachorro em um café em São Paulo.

Na imagem acima, o menino não estava habituado com o local nem seu cachorro, que se distraía facilmente com o movimento das pessoas. Mas mesmo assim foi possível criar uma cena que é comum na sua casa, só que em ambiente onde eu consigo criar uma composição legal.

Lara e Lorenzo correndo em Delft, Holanda.

A imagem acima é um exemplo perfeito da dificuldade que é em contar uma história sem poses. Estávamos andando pela cidade, que não era familiar à nenhum de nós. O menino mais velho, tímido e a mais nova, falante. Como criar uma situação nesse caso, sem brinquedo? Não tinha água para eles brincarem, estava frio. Em teoria não haveria nada para eles fazerem. Então pedi que corressem. Que criança não corre?

Lara contando um segredo super secreto para o irmão!!

Outra maneira de contar uma história e retratar a relação de dois irmãos. Pedi à Lara que contasse um segredo ao Lorenzo. Coisa simples, coisa de criança.


Aqui o ensaio já tinha acabado. Embora pareça que ela está posando, ela está sentada do jeito que queria. Eu só aproveitei a situação para fazer mais uma foto enquanto ela descansava.


Concluindo...


1) Mantenha a criança ocupada. Imagine o que ela poderia fazer no local

2) Estude o local primeiro. Isso te ajudará a montar o resultado na sua cabeça. Por exemplo, se ver uma floricultura, peça para que a criança cheire ou toque uma flor, se tiver uma sorveteria, fotografe-a tomando sorvete, se tiver uma vitrine de uma loja de brinquedo, fotografe seu reflexo no vidro olhando para eles, etc.

3) Peça para os pais levarem algum objeto que possa servir para ocupar a criança. Um brinquedo, um animal de estimação, etc.


Espero ter ajudado! Caso ainda não tenha lido, veja esse post aqui sobre A importância de criar uma conexão com a criança (irá te ajudar a fazer com que ela confie em você e consequentemente, que faça o que você pedir e não chore).


#dicasdefotografia #ensaioinfantil #storytelling #comocontarhistórias #fotografiacriativa #fotografoprofissional